Nove motoristas são autuados por dia em Curitiba por dirigir sob efeito de álcool

Nove motoristas são autuados por dia em Curitiba por dirigir sob efeito de álcool

Nove motoristas são abordados e autuados todos os dias por dirigir sob o efeito de álcool ou de substâncias entorpecentes em Curitiba. Os dados são do Detran e revelam aumento de 122% nas ocorrências na capital. Entre janeiro e junho, foram 1.616 infrações, contra 725 do mesmo período de 2016.

Segundo o Batalhão de Polícia de Trânsito de Curitiba (BPTran), também houve aumento do número de blitzes e de prisões por esse crime de trânsito. De janeiro a junho foram realizadas 751 blitzes da Lei Seca na capital, que resultaram na prisão de 249 motoristas. Nos mesmos meses do ano passado foram 673 grandes fiscalizações e 191 prisões.

O número de motoristas flagrados dirigindo sob influência de álcool também cresceu no Paraná na comparação com dados do ano passado, mas a evolução foi três vezes menor do que a da capital. As infrações por este motivo subiram de 3.512 para 5.089 neste ano, aumento de 44,9%. Em média, por dia, são autuados 28 motoristas por embriaguez ao volante no estado.

Outros dados apontam que esse é um problema nacional. De acordo com a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas, do Ministério da Saúde, de 2016, 7,3% da população adulta das capitais brasileiras declararam que combinam bebida com direção. Houve aumento de 32% na comparação com 2015.

Um estudo divulgado no final do ano passado pela Arteris, concessionária que administra diversas rodovias do país, corrobora essa percepção. De acordo com os dados coletados, um a cada quatro motoristas admite que dirige após consumir bebida alcoólica. Do total de 1.030 entrevistados, 26,3% afirmaram que já dirigiram alcoolizados. A incidência da má conduta é maior entre os homens: 30,7%, contra índice de 18,3% entre mulheres.

Imprudência

Em novembro de 2016, a legislação de trânsito ficou mais rigorosa e as multas mais caras. Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa é infração gravíssima. O valor da multa foi alterado pela Lei Federal 13.281/16 e aumentou para R$ 2.934,70. O condutor perde o direito de dirigir por 12 meses, tem o documento de habilitação recolhido e o veículo é retido. Em caso de reincidência a multa é aplicada em dobro.

Além disso, o motorista que tiver nível igual ou superior a 0,3 miligramas de concentração de álcool por litro de ar alveolar pode ser preso. Neste caso, ele comete crime de trânsito e deve ser encaminhado à delegacia. Com a constatação, o infrator pode ser detido por período que varia de seis meses a três anos.

De acordo com os dados do Detran, apenas com as multas nesse caso foram arrecadados pelo menos R$ 4.742.475,20 em Curitiba e R$ 14.961.100,60 em todo o Paraná.

Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/curitiba/nove-motoristas-sao-autuados-por-dia-em-curitiba-por-dirigir-sob-efeito-de-alcool-0g285uy13rk3w5vjbm6qukjgn
© 2009-2017 ESDRAS COMPANY
R.I.P. ESDRAS and ELICAS